Posts

O que importa na hora de escolher um vinho?

Segundo estudo feito por um portal italiano especializado em marketing, o fator que os consumidores mais levam em conta na hora de comprar uma garrafa de vinho é o logotipo da empresa produtora.

O site Spot and Web fez uma pesquisa nas redes sociais com 500 pessoas entre 25 e 60 anos e, dentro dessa amostra, 26% respondeu que a primeira coisa que leva em consideração na hora de adquirir um vinho é o logotipo da empresa, que, no caso dos vinhos italianos, na maioria das vezes, é representado por um brasão de armas da família produtora, algo muito comum de ser visto em regiões tradicionais como Chianti, por exemplo.

O segundo ponto considerado pelos consumidores é o nome do vinho, com 22% e, em terceiro, a logomarca do local de origem (o Galo Negro de Chianti, por exemplo), com 17%. Depois, vem a clareza das informações no rótulo, com 14%. Em quinto está o formato da garrafa (11%).

Fonte: Revista Adega

A diferença entre o vinho seco e vinho suave

Vinho seco e vinho suave? Vinho tinto e vinho branco? Malbec e Merlot?
Ao escolher alguma opção de vinho para qualquer ocasião, é necessário que algumas características sejam levadas em conta antes de pensar em outras questões como o preço, a marca ou o país de origem, por exemplo.

Elas são muito importantes para que o sabor entre em harmonia com o seu paladar, atendendo suas expectativas pessoais e proporcionando uma ótima experiência gastronômica!

No texto de hoje vamos abordar aquelas que, talvez, sejam algumas das maiores dúvidas que passam pela cabeça de uma pessoa ao escolher o melhor tipo de vinho seco ou suave. Eles são muito diferentes? Em que, exatamente? Existe um melhor do que o outro? Confira!

Vinho seco
A principal característica do vinho seco se encontra na quantidade de açúcar presente na bebida. Para um vinho ser categorizado como seco, ele deve conter, no máximo, quatro gramas de glicose por litro.

O açúcar residual é aquele que, após todo o processo de fermentação, permaneceu no vinho. Ele é chamado assim, pois, durante o processo, uma quantidade da substância é transformada em álcool.

A produção do vinho seco se dá da seguinte forma: após esmagar as uvas, o vinho tem seu processo de fermentação iniciado, o que acontece até a hora em que as leveduras transformam em álcool boa parte do açúcar presente nas uvas. Se no final do processo, a quantidade de açúcar for inferior a quatro gramas por litro, estamos diante de um vinho seco.

Vale lembrar que vinhos secos não têm nenhuma adição de açúcar extra e que as uvas usadas na produção são exclusivamente viníferas, ou seja, de família nobre, como a vitis vinífera.

Vinho suave
O vinho suave não tem esse nome por acaso. Seu sabor realmente é mais suavizado em comparação com os outros vinhos, e isso ocorre principalmente devido à quantidade de açúcar utilizado.

Diferentemente do vinho seco, o suave contém uma quantidade muito maior de açúcar em sua composição. No Brasil, um vinho suave é caracterizado assim quando seus níveis de glicose superam o marco de 25 gramas por litro.

Por mais que o vinho seco seja produzido em sua maioria, apenas a partir da colheita de uvas finas, o vinho suave não necessariamente exclui essa categoria de sua composição. É possível sim encontrar vinhos suaves elaborados com uvas viníferas, porém, a maior parte desse tipo de vinho costuma ser produzido com uvas não viníferas, ou seja, uvas parecidas com aquelas que são consumidas em casa. A utilização de uvas não viníferas na elaboração do vinho oferecem a este um baixo padrão de qualidade.

Aqui no Recanto,uma você encontra uma infinidade de vinhos em nossa Adega. Venha conhecer!!!

Fonte: Blog do Vinho

QUAL É O VINHO IDEAL PARA HARMONIZAR COM FONDUE? (PARTE 3)

QUAL MELHOR VINHO PARA FONDUE DE QUEIJO?

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o fondue de queijo – que é a receita mais clássica desse prato – harmoniza muito bem com os dois tipos de vinhos: tintos ou brancos.

Os brancos, de maneira geral, combinam adequadamente com a receita de queijo, entretanto, nós recomendamos as versões mais secas dessa bebida, feitos a partir da chardonnay ou da Sauvignon blanc, para acompanhar seu fondue.

Para quem prefere harmonizar esse tipo de fondue com um vinho tinto, prefira os mais suaves, como os Pinot Noirs.

QUAL O VINHO É O IDEAL PARA HARMONIZAR COM FONDUE? (PARTE 2)

QUAL MELHOR VINHO PARA FONDUE DE CHOCOLATE?

Nada melhor que combinar dois símbolos de épocas frias: chocolate e vinho. Apesar de ser aparentemente um casamento perfeito, é necessário tomar certos cuidados com esse tipo de harmonização, pois o açúcar e a textura da guloseima podem atrapalhar a combinação.

O vinho do porto sempre brilha por seu teor alcoólico e doçura, por isso é o par ideal para vários tipos de sobremesas. Para o casamento dar certo, a dica é apostar em chocolate com mais de 60% de cacau. Isso faz com que o fondue não fique tão enjoativo.

Venha até o Centro Gastronômico Recanto e experimente o delicioso Fondue de Chocolate. Peça ajuda ao nosso especialista e faça a harmonização perfeita de acordo com a carta de vinho.
Informações:
Av. Feliciano Sodré, 221 – Várzea – Teresópolis/RJ
Tel.: (21) 2742-9988 | 2742-0408 
Whatsapp: (21) 99955-6849

Qual o vinho é o ideal para harmonizar com fondue? (parte 1)

Com a chegada das temperaturas mais baixas, aumenta a vontade de apreciar pratos e bebidas típicas de estações como outono e inverno. Este clima pede receitas mais saborosas e requintadas, como o fondue, uma especialidade da gastronomia suíça que se tornou uma opção de jantar ideal para as noites mais frias.

A iguaria pode ser servida de diversas formas, porém, os mais tradicionais são os de carne, queijo e chocolate.

Para acompanhar o banquete, nada melhor do que escolher um bom vinho que harmonize com determinado tipo de fondue para que a bebida dos deuses preserve e intensifique o sabor dos ingredientes. A combinação entre qual o melhor rótulo escolher varia de acordo com os elementos presentes no prato.

Fondue de carne

Para acertar na harmonização das receitas de fondue preparadas com carne, escolha os vinhos tintos. Para o fondue de carne, que pode ser preparada na chapa ou no óleo, recomenda-se vinhos tintos mais jovens, feitos especialmente com a uva Merlot ou os italianos feitos a partir da uva Primitivo.

Esses vinhos vão harmonizar bem com as carnes vermelhas, de frango ou suíno que podem ser usadas nesse tipo de fondue.

Qual o vinho para o fondue?

O inverno chegou e está na hora de tirar do armário seu aparelho de fondue.

Em um jogo de associação de palavras seria natural a seqüência: inverno –> frio -> vinho -> fondue!

Fondue é mais que um prato, é um verdadeiro ritual e o vinho é parte inseparável deste processo. E se é inimaginável fondue sem vinho, qual então é o vinho ideal?

Antes de prosseguir é bom explicar que esta receita nasceu na Suíça francesa e a palavra “fondue” é feminina (logo é “a” fondue e não “o” fondue”) e significa “fundida” ou “derretida”. A receita mais antiga desta “massa fundida” encontra-se em um livro de cozinha escrito em Zurique em 1699. Existem várias versões da origem da fondue, a mais aceita se situa na Idade Média, cerca de sete séculos atrás, nos Alpes da Suíça, como conseqüência de uma superprodução de queijos. Os produtores para melhor conservarem o queijo à espera de uma nova temporada derreteram “fortificaram” a massa com kirsch (destilado de cerejas), que assim, depois de re-enrijecida pelo frio duraria mais. No meio desta experiência, então inédita, um cidadão que mereceria uma estátua no centro de Genebra se seu nome não tivesse sido injustamente esquecido pela história, espetou um pedaço de pão em haste para provar a poção e… voilà, nasceu o fondue!

Para a fondue original, de queijo, a combinação clássica, que usam na Suíça e na Alemanha, é um vinho branco leve, da uva Chasselas (Suíça) ou da uva Riesling (Alemanha). No Brasil, a preferência é um vinho branco mais encorpado, da uva Chardonnay, por exemplo.

www.tbfoto.com.br

Para a fondue de carne a escolha é sem dúvida um tinto, que deverá ser tão encorpado quanto o tipo de molho que você servir.

fondue-chalezinho-chocolate

Se a fondue é de chocolate, a opção mais garantida é um vinho do Porto do tipo LBV.

Bom apetite!

Referência: Revista Veja Rio
Por: Marcelo Copello – (mcopello@simplesmentevinho.com.br)
Link: http://vejario.abril.com.br/blog/vinoteca/vinho-algo-mais/qual-o-vinho-para-o-fondue