Posts

Fondue de frutos do mar

Modo de preparo
Caldo de peixe
Em uma panela grande, doure o alho e cebola picada no azeite quente e coloque as espinhas de peixe e o vinho branco. Ferva até reduzir o líquido à metade do volume inicial.

Adicione a água e todos os outros ingredientes. Cozinhe em fogo baixo por 50 minutos.

Retire as impurezas que podem vir a subir, tempere e coe com sal e pimenta do reino por uma peneira fina e reserve.
Fondue
Limpe e seque os frutos do mar. Tempere e disponha sobre um prato. Ferva o caldo de peixe em uma panela de fondue e sirva com os frutos do mar temperados e molhos de sua preferência. Para comer, cozinhe os frutos do mar de 30 segundos a 1 minutos no caldo.

Ingredientes
Caldo de peixe
5 xícara(s) de chá de água
4 xícara(s) de chá de espinhas ou aparas de peixe
1/2 xícara(s) de chá de salsão picado
1/2 xícara(s) de chá de cenoura picada
1/2 xícara(s) de chá de erva-doce picada
1/2 xícara(s) de chá de alho-poró picado
1 cabeça(s) de alho
1/2 xícara(s) de chá de cebola picada
1 xícara(s) de chá de vinho branco
Sal e pimenta a gosto
2 colher(es) de sopa de azeite
1 ramo(s) de tomilho
2 folha(s) de louro
Fondue
1/2 xícara(s) de chá de camarão rosa limpo
1/2 xícara(s) de chá de vieras frescas e limpas
1/2 xícara(s) de chá de salmão fresco, cortado em cubos
1/2 xícara(s) de chá de atum fresco, cortado em cubos
1/2 xícara(s) de chá de polvo cozido, cortado em pedaços
Sal e pimenta a gosto

Fonte: Portal UOL

Curiosidades sobre o fondue, o prato mais lembrado no inverno

Com origem da região fronteira entre a França e a Suíça, o nome fondue vem do termo francês fondre (derreter) ou fundir. Uma das versões sobre a criação desse prato é que teria nascido durante a Segunda Guerra Mundial, quando os camponeses produtores de leite precisaram se alimentar da sua produção de queijo.

Para evitar a exposição ao frio das montanhas e aos perigos dos combates, eles derretiam queijos para fazer um creme, onde mergulhavam pedaços de pão para matar a fome.

Com o passar do tempo, essa arte de espetar o pão mergulhado no queijo derretido ganhou outros elementos e outros sabores, como o fondue de carne, por exemplo, que é frito em óleo quente, ou o popular fondue de chocolate com frutas, servido como sobremesa.

A fama do fondue se espalhou pelo mundo na década de 50, quando um chefe de restaurante em Nova Iorque, especializado em comida suíça, começou a servir o prato. Atualmente, é só esfriar um pouquinho que ele já está na mesa dos brasileiros! Quem mora em Teresópolis, por exemplo, o prato é encontrado facilmente nos restaurantes da cidade, deixando o clima das montanhas ainda mais aconchegante.

Se toda essa história aumentou sua curiosidade de saborear um delicioso fondue, venha até o Recanto do Fondue.
O valor do Rodízio de Fondue, de segunda à quinta, é R$ 59,90 (promoção válida por tempo limitado).

QUAL É O VINHO IDEAL PARA HARMONIZAR COM FONDUE? (PARTE 3)

QUAL MELHOR VINHO PARA FONDUE DE QUEIJO?

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o fondue de queijo – que é a receita mais clássica desse prato – harmoniza muito bem com os dois tipos de vinhos: tintos ou brancos.

Os brancos, de maneira geral, combinam adequadamente com a receita de queijo, entretanto, nós recomendamos as versões mais secas dessa bebida, feitos a partir da chardonnay ou da Sauvignon blanc, para acompanhar seu fondue.

Para quem prefere harmonizar esse tipo de fondue com um vinho tinto, prefira os mais suaves, como os Pinot Noirs.

QUAL O VINHO É O IDEAL PARA HARMONIZAR COM FONDUE? (PARTE 2)

QUAL MELHOR VINHO PARA FONDUE DE CHOCOLATE?

Nada melhor que combinar dois símbolos de épocas frias: chocolate e vinho. Apesar de ser aparentemente um casamento perfeito, é necessário tomar certos cuidados com esse tipo de harmonização, pois o açúcar e a textura da guloseima podem atrapalhar a combinação.

O vinho do porto sempre brilha por seu teor alcoólico e doçura, por isso é o par ideal para vários tipos de sobremesas. Para o casamento dar certo, a dica é apostar em chocolate com mais de 60% de cacau. Isso faz com que o fondue não fique tão enjoativo.

Venha até o Centro Gastronômico Recanto e experimente o delicioso Fondue de Chocolate. Peça ajuda ao nosso especialista e faça a harmonização perfeita de acordo com a carta de vinho.
Informações:
Av. Feliciano Sodré, 221 – Várzea – Teresópolis/RJ
Tel.: (21) 2742-9988 | 2742-0408 
Whatsapp: (21) 99955-6849

Qual o vinho é o ideal para harmonizar com fondue? (parte 1)

Com a chegada das temperaturas mais baixas, aumenta a vontade de apreciar pratos e bebidas típicas de estações como outono e inverno. Este clima pede receitas mais saborosas e requintadas, como o fondue, uma especialidade da gastronomia suíça que se tornou uma opção de jantar ideal para as noites mais frias.

A iguaria pode ser servida de diversas formas, porém, os mais tradicionais são os de carne, queijo e chocolate.

Para acompanhar o banquete, nada melhor do que escolher um bom vinho que harmonize com determinado tipo de fondue para que a bebida dos deuses preserve e intensifique o sabor dos ingredientes. A combinação entre qual o melhor rótulo escolher varia de acordo com os elementos presentes no prato.

Fondue de carne

Para acertar na harmonização das receitas de fondue preparadas com carne, escolha os vinhos tintos. Para o fondue de carne, que pode ser preparada na chapa ou no óleo, recomenda-se vinhos tintos mais jovens, feitos especialmente com a uva Merlot ou os italianos feitos a partir da uva Primitivo.

Esses vinhos vão harmonizar bem com as carnes vermelhas, de frango ou suíno que podem ser usadas nesse tipo de fondue.

Fondue de Queijo

INGREDIENTES

  • 1 lata de creme de leite
  • 1 copo de requeijão
  • 200g de queijo “mozzarella” ralado
  • 200g de queijo provolone ralado
  • 200g de queijo gorgonzola picado

MODO DE PREPARO

  1. Em uma panela aqueça em fogo médio o creme de leite com o requeijão até começar a borbulhar.
  2. Adicione o queijo gorgonzola, abaixe um pouco o fogo e mexa até o gorgonzola incorporar bem a mistura.
  3. Acrescente o queijo “mozzarella” e depois o provolone. Continue mexendo até que todos os queijos tenham derretido por completo, ficando uma mistura homogênea.
  4. Transfira então para a panela de founde.

ACOMPANHAMENTOS:

  1. Pães, torradinhas, presunto cortado em tirinha, salame, linguiça fina frita, polenguinho, pedacinhos de legumes, pedacinhos de frango, entre outras coisas!

Fonte: gshow.globo.com

Inverno com sabor de Fondue

Poucos pratos combinam tanto com o frio como um bom fondue. Sinônimo de reuniões aconchegantes, a dois ou entre amigos, sua forma de preparação obedece a um autêntico ritual, com o aquecimento ou cozimento de alimentos diretamente sobre a mesa. Para saboreá-lo, basta usar um garfo para “pinçar” queijo, carne, frutas e mergulhá-los nas mais variadas combinações e delícias.

Reza a lenda que o fondue, de origem suíça, teria sido servido pela primeira vez por camponeses, que derreteram sobras de queijo e neles molharam o pão, para que este ficasse macio e mais saboroso. A palavra deriva do francês fondre, que significa derreter. Por isso, a forma de aquecimento é muito importante: usa-se vela, fogareiro ou lamparina.

 

Fonte: Portal Vital